quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Unhas - Paulo Wainberg

Título: Unhas
Autor: Paulo Wainberg
Editora: Leya
Página: 248
ISBN: 978-85-62936-46-3
"Atormentado pela paixão? Acabe com ela. Cartas para unhas: caixa postal número..."

No Cômodo mal iluminado, Elisa tenta se situar. Sentado diante dela, o homem fala em voz baixa, usando um tom carinhoso, quase paternal. Pelo que sabe, os sequestradores não conversam com suas vítimas. Além disso, ele não falava como um bandido.
Para ele, era uma experiência nova: jamais havia contado a alguém o que fazia. Entretanto, diante dela, Unhas sentia-se impelido a falar, a se gabar. Leitor de romances policiais antigos, foi por meio deles que descobriu que podiam haver outras emoções além das que sua vida cotidiana proporcionava.
Ao longo dos anos, constatara que as pessoas sofrem por compulsão. Raras são as que usam a inteligência. Em nome do sofrimento coletivo. Como uma unha mal cortada, que destrói o prazer que as outras unham proporcionam.
Esta missão diferenciava-se de todas as anteriores. Unhas estava convicto de que faria um favor a Elisa.

Unhas é o pseudônimo de um homem comum, que se cansa da rotina de sua vida e acaba descobrindo uma forma mais interessante de viver, buscando o prazer. Esse homem, que demonstra graves falhas de caráter se é que ele tem caráter, encontra o máximo de prazer na morte. Ele coloca um anuncio no jornal e inicia seu novo modo de vida como "exterminador de paixões proibidas".
Atendendo apenas clientes do sexo masculino por considerar as mulheres capazes de lidar com suas paixões e sendo quase sempre causadoras dos problemas, Unhas passa a executar seus serviços. Ele cobra uma taxa alta, mas o que os clientes não sabem é que ele não faz por dinheiro, mas pelo prazer.
Elisa é um desses trabalhos que Unhas está prestes a concluir. O livro tem início com esta personagem, confusa e temerosa, tentando entender que tipo estranho de sequestrador era aquele. Na verdade Unhas descobre em Elisa uma forma de aumentar o prazer de seu trabalho contando à sua vítima suas motivações e gabando-se de sua sagacidade.

Diante de Elisa, no quarto fechado, ele fala sem parar, aproveitando a sensação de superioridade, o gozo do anticlímax, adiando o momento final, o instante sublime da plenitude do prazer, do exercício do poder absoluto.  
 Paulo Wainberg criou uma história de suspense psicológico incomum e surpreendente. Narra o terror de Elisa e ao mesmo tempo leva o leitor a conhecer Unhas, um homem desequilibrado e cruel. Além disso, ainda intercala no meio dos acontecimentos trechos de uma outra história, na qual Unhas se inspirou para executar seu último trabalho.


Lauren Lee Taylor, de vinte e dois anos, foi encontrada morta com um tiro na cabeça, no interior de um quarto hermeticamente fechado por dentro, a única porta com a chave na fechadura, três trancas de correr fechadas e a janela trancada com duas madeiras pregadas em forma de X. Não havia aberturas no teto, no chão ou nas paredes. Era impossível algém sair daquele quarto.

A natureza humana, bem como a podridão do próprio corpo, é assunto recorrente no livro. As motivações e intenções mais primitivas que levam um indivíduo a cometer os mais diversos e hediondos crimes são trazidos a tona no monólogo de Unhas diante de sua prisioneira Elisa.

O corpo humano. Existe algo mais bonito na natureza? Mais prefeito, mais harmônico, mais estimulante? O seu interior, no entanto, é asqueroso, e uma pequena amostra do que existe embaixo da pele é nauseante. Tão lindo por fora, tão nojento por dentro. E nós, pessoas, ainda queremos ter razão!

O livro para mim foi uma completa surpresa. Esperava um bom livro e descobri mais do que isso, uma leitura peculiar e assombrosa. Unhas é um livro muito bem escrito e inovador. Wainberg desenvolveu uma narrativa intensa, que não segue ordem cronológica e que gera no leitor sensações diversas. O final do livro é surpreendente. É complicado falar sobre isso sem deixar spoilers, mas, o que posso dizer é que o fim acompanha com perfeição os acontecimentos narrados durante todo o livro.
Confesso que algumas partes me chocaram bastante, mas em geral gostei da leitura justamente por fugir dos padrões.
Leitura recomendada!
Minha Avaliação: ♦♦♦♦♦ (Bom)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

☺ Obrigada por comentar. ☺
Volte sempre ao Hellen's Stuffs!

Beijos♥
H.C.C.Reis

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...