sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Pássaros Feridos - Collen McCullough

Título: Pássaros Feridos
Título Original: The thron birds
Tradução: Octávio Mendes Cajado
Editora: Círculo do Livro
Páginas: 612


"Existe uma lenda acerca de um pássaro que só canta uma vez na vida, com mais suavidade que qualquer outra criatura sobre a Terra. A partir do momento em que deixa o ninho, começa a procurar um espinheiro-alvar e só descansa quando o encontra. Depois, cantando entre os galhos selvagens, empala-se no acúleo mais agudo e comprido. E, morrendo, sublima a própria agonia e despede um canto mais belo que o da cotovia e o do rouxinol. Um canto superlativo, cujo preço é a existência. Mas o mundo inteiro pára para ouvi-lo, e Deus sorri no céu. Pois o melhor só se adquire à custa de um grande sofrimento... Pelo menos é o que diz a lenda."

Pássaros Feridos é uma obra de rara beleza, escrita pela escritora australiana Collen McCullough. O cenário para o romance é justamente a bela e árida terra Australiana. O enredo gira em torno da família Cleary, que sai da Nova Zelândia para morar em Drogheda, nas terras de sua parenta rica, Mary Carson. Família grande, composta da união entre Paddy e Fee, que geraram Frank, Bob, Jack, Hughie, Stu, Hal, Jims e Patsy, os filhos; e Maghann, a única filha; partem juntos para uma nova vida.
Assim que os Cleary chegam na Austrália, e são recepcionados pelo padre Ralph de Bricassart, a vida deles muda completamente. Paddy, sendo o único irmão de Mary Carson, seria seu herdeiro. Sua esposa, Fee, finalmente poderia voltar a viver confortavelmente, como antes de se casar, já que vinha da abastada família Armstrong. Os filhos encontrariam finalmente seu lugar, trabalhando nas extensas terras. E Maggie, desde o primeiro momento que vê o padre Ralph, conhece o seu inegável destino.
Mary Carson percebe o efeito que a pequena Maggie causa em Ralph, e se enfurece por isso. Ela mesma amava o padre, mas era vítima de seu desprezo, pois ela sabia que a única coisa que realmente lhe interessava era seu dinheiro. Antevendo sua própria morte, Mary planeja uma vingança contra Ralph de Bricassart, lhe entrega uma carta que deveria ser aberta logo após sua morte. Assim, quando vê o cadáver da abominável Sra. Carson, Ralph abre a carta e descobre a teia maligna que em que ela lhe enredara. Ele é forçado a tomar uma decisão que implicaria no seu próprio destino, e no de sua amada Maggie.

É muito difícil falar de Pássaros Feridos, pois não é um livro simples. Trata-se de um romance arrebatador, e completamente envolvente. O tema principal é o amor proibido de Maggie e o padre Ralph de Bricassart. As 610 páginas do livro não são compostas de uma história cheia de romantismo e facilidades, ao contrário, as páginas são repletas de sofrimento e desencontros.
O mais interessante é a maneira como a escritora trabalhou com o tempo. No decorrer da leitura, a maneira como o tempo passa e a medida em que as personagens envelhecem, gera a sensação da efemeridade da vida. Aliás essa não é a única sensação forte gerada por essa fabulosa leitura. Tudo o que foi descrito, desde a paisagem, a tristeza e os muitos conflitos interiores, tem a capacidade de despertar emoções fortes no leitor.
Após terminar Pássaros Feridos, se torna impossível se desprender totalmente da história e, principalmente, de suas personagens. Sem dúvida, o ponto forte, e de mais impacto no livro, são as personagens. Invariavelmente, são pessoas misteriosas, cheias de perturbações interiores conflitantes. Ralph de Bricassart é sem dúvida um dos personagens mais densos, cheio de contradições e ao mesmo tempo seguro de si.
O sentimento de orgulho é fortemente explorado, bem como outros lapsos e falhas do homem. É possível que  livro não agrade a todos justamente por não afagar a condição humana, priorizando escancarar defeitos de caráter através dos personagens ao invés de esconde-los para gerar simpatia no leitor.
O livro possui uma espécie de moral intrínseca, o fato de os rumos da vida serem todos ditados pelas nossas próprias escolhas. A lenda do pássaro no espinheiro é afinal muito verdadeira, no fim todos decidimos que caminho seguir, mesmo sabendo que ele leva ao sofrimento. Na verdade não existe aprendizado e crescimento sem a dor, e Pássaros Feridos faz grandes reflexões a esse respeito.
Tenho certeza de que nunca me esquecerei desse livro, e tenho vontade de ler novamente muitas vezes mais. Tornou-se um dos meus favoritos, e por isso não posso deixar de indicar a todos que estiverem dispostos a ler um algo diferente e surpreendente.
Minha Avaliação: ♦♦♦♦♦ (Ótimo)

Abaixo está um vídeo da música tema de Maggie e Ralph, com cenas do filme de 1983, baseado no livro de Collen McCullough:



Faça o Download do livro AQUI!



Um comentário:

  1. Preciso ler esse livro logo.
    Vou esperar o momento que eu estiver meio deprê para aproveitar melhor o livro hehe.
    Bjos, Carol.

    ResponderExcluir

☺ Obrigada por comentar. ☺
Volte sempre ao Hellen's Stuffs!

Beijos♥
H.C.C.Reis

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...