terça-feira, 6 de setembro de 2011

Doce Vingança - Nora Roberts

"Em Doce Vingança, vamos conhecer a história de Adrianne, linda e elegante princesa, que esconde um terrível segredo de família. Quando criança, foi testemunha da crueldade com que seu pai tratava a esposa, sua mãe - uma lendária estrela de cinema. Ao tornar-se adulta, Adrianne alimenta um forte desejo de vingança contra aquele que destruiu sua infância e a felicidade de sua mãe. Para realizar seu intento, Adrianne concebe um plano que envolve um fabuloso colar, conhecido como O Sol e a Lua, de valor inestimável e que pertence a seu pai. Mas o surgimento de Philip Chamberlain em sua vida, com sua inteligência, encanto e enigmático carisma, que tem motivos pessoais para se aproximar da Princesa Adrianne, poderá desvia-la de seu objetivo, e somente tarde demais ela perceberá o perigo oculto ao descobrir que tem pela frente dois homens de força excepcional - um com a capacidade de tirar a sua liberdade, outro com o poder de tirar a sua vida. Com Doce Vingança, Nora Roberts cria uma história apaixonante e irresistível, que é impossível parar de ler, muito menos esquecer."

[Esta resenha contém spoillers]

"As mulheres são seus campos.Pois vá para seus campo se faça o que bem quiser."- O Alcorão
"Ele era seu homem, mas errou com ela."- "Frankie and Johnny"

Doce vingança tem início em 1989, quando Spencer, agente da Interpol inquiri Philip Chamberlain a respeito de suas últimas descobertas. Philip é um ladão de jóias aposentado que fez um acordo com Spencer. Em troca de sua liberdade tem de ajudar a capturar um novo e sagaz ladrão, apelidado de O Sombra. Philip então, já com informações preciosas, precisa barganhar com Spencer em troca da liberdade de alguém muito importante para ele. A partir dai Philip contaria ao superior sobre Adrianne. Inicia-se um flashback narrado em 3º pessoa. O leitor é conduzido a Jaquir, em 1968, ao pálacio do rei Abdu. 
Phoebe Spring havia sido um famosa atriz de Hollywood até decidir se casar com o rei de Jaquir. No começo o casamento fora cheio de paixão e alegria, um verdadeiro conto de fadas. Depois que deu a luz a uma menina, e soube que jamais poderia ter outros filhos, sua realidade mudou completamente. Adbu, sentindo que sua honra fora denegrida, passou a repudiar a esposa e a filha e tomou para si outras esposas. Como se não bastasse a humilhação de ser substituida, Phoebe ainda era maltratada pelo rei, e apesar de tudo ainda continuava a amá-lo.
Certa noite quando tinha 8 anos, Adrianne, filha de Phoebe e Abdu, presencia uma cena de violência e crueldade, encolhida debaixo da cama ela ouve os abusos do pai contra a mãe. Desse momento em diante ela passa a odiá-lo e decide que nunca deixaria que um homem a tocasse, ou a subjugasse.
Phoebe temia que sua filha tivesse de viver sob os costumes machistas de Jaquir, e quando fica sabendo que Abdu pretendia arranjar um casamento para Adrianne, decide que precisa fugir com a filha. Em uma ocasião, quando os três fazem uma viagem para Paris, Phoebe consegue fugir de volta para os Estados Unidos.
Essa é a primeira parte do livro, é fantástica, cheia de descrições do harém e do palácio. As imagens ficam muito nítidas na mente, as ruas de Jaquir, o clima seco e quente, os cheiros exóticos e as mulheres submissas cobertas até os pés com túnicas pretas.
Ele próprio uma sombra, caçando sombras.- Homero
Sempre mande um ladrão para pegar outro ladrão.- Thomas Fuller

Adrianne aprendeu a viver longe dos costumes de Jaquir, tornou-se uma mulher ocidental, porém nunca se esquecera do que o pai fizera. A humilhação que a mãe passara a levou a adquirir uma doença que posteriormente a levou a morte. Adrianne tentara de tudo, até mesmo enviar uma carta a Jaquir pedindo ajuda do pai para tratar a mãe. Abdu porém não fez absolutamente nada. A falta de recursos fez om que Adrianne apelasse, desenvolvendo uma prática que depois de alguns anos tornou-se seu meio de sobrevivência. 
Adrianne era uma ladra, uma das melhores no ramo, mas ela não roubava qualquer coisa, apenas as pedras mais valiosas e famosas. Assim, ela roubava das mulheres mais fúteis da alta sociedade e investia os lucros em doações. Depois da morte da mãe o ódio pelo pai alastrou-se e ela decidiu que precisava se vingar.  Ela planejou o maior roubo de todos os tempos, o tesouro de Jaquir, um magnifico colar conhecido como O sol e a lua. 
Tratava-se de um enorme diamante e um pérola, joia que fora dada a Phoebe no casamento, o chamado preço da noiva. Este colarde acordo com a lei pertencia a noiva e mesmo em caso de separação deveria continuar em seu poder. Era a única coisa que não poderia lhe ser tomada, e que no entanto Abdu lhe tirara. Cabia a Adrianne resgatar o colar, a honra de sua mãe.
Philip Chamberlain, um ladrão aposentado, estava na trilha do sombra a pedido da Interpol. Ele previu seu próximo ataque em Londres, e eis que o destino o fez encontrar com Adrianne. Já apaixonado, ele descobre que ela era o famoso ladrão procurado. Adrianne teme que Philip possa atrapalhar seus planos, não apenas por trabalhar para a Interpol, mas por despertar nela sentimentos que ela se obrigara a não sentir por ninguém.
Após diversos altos e baixos, eles chegam a um acordo, iriam juntos a Jaquir roubar O sol e a lua. 
Depois disso, Adrianne jurou a si mesma, nunca mais veria Philip novamente. O final do livro é repleto de surpresas para Philip e Adrianne. O retorno a Jaquir é acompanhado de emoções fortes e novas rupturas.
Doce Vingança é um livro longo, porém muito bem escrito, e completo. Os personagens são diversos, sensíveis, engraçados, cruéis, e marcantes. O casal Philip e Adrianne foi perfeitamente construído, as cenas dos dois são sempre engraçadas, intensas e românticas. Em fim, a história é maravilhosa, do tipo que prende a atenção e nunca mais sai da memória. Leitura recomendada!

"Mais cedo ou mais tarde, o amor é seu próprio vingador."
- Lorde Byron
"O passado amargo, mais agradável é o doce."
- Shakespeare 





Faça o download de Doce Vingança AQUI!

Um comentário:

  1. Adorei!!! Hellen, sua resenha me deixou louca de vontade de ler. Vc tem que me emprestar, hein?
    Bjos, Carol.

    ResponderExcluir

☺ Obrigada por comentar. ☺
Volte sempre ao Hellen's Stuffs!

Beijos♥
H.C.C.Reis

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...