terça-feira, 19 de abril de 2011

Pra onde vão os dias que passam? - Anna Claudia Ramos

Um mergulho profundo nas inquietações existenciais da adolescência; um salto corajoso em direção ao amadurecimento.

Mariana tinha muitas perguntas sem resposta. Querendo finalmente encontrar um sentido para a vida ela sai da casa dos pais e vai morar sozinha em uma cidade do interior. 
Dispensa os antigos amigos e namorado e embarca sozinha em uma busca por sus respostas, uma tentativa de se livrar de uma antiga e indeterminada dor que sempre a acompanhava. As dúvidas, dores e confusões que acompanham todas as pessoas no período de transição para a vida adulta, são retratados neste livro, de maneira profunda e direta.

Difícil falar deste livro. é uma obra densa, do tipo que deixa explícito o fato de que nem tudo é o que parece. Logo que o iniciei soube que este livro merecia uma leitura atenta, para que pudesse alcançar-lhe a essência.
A parte de que mais gostei foram as primeiras linhas. Esta gerou uma cena nítida na minha mente. Eu podia até mesmo ouvir os sons do mar, a maresia em meus cabelos e a areia branca sob meus pés.

"A manhã vinha chegando. Ela acordou e foi ver o sol nascer à beira d'água.
Gostava de ver o mar antes de o dia clarear. Cinza, verde-escuro, azul-marinho. Difícil definir. Ficava sozinha, de costas, só pra olhar por debaixo das pernas e ver o mar de cabeça pra baixo. Era tão bonito ver as ondas estourarem, fazendo espuma... Imaginava tanta coisa! Tempestade, navios piratas, pássaros, vento, furacão.
Droga! O coração também pensa. Só queria sentir e viver. Como o mar. Ele não pensa, ondula. O mar morava dentro dela. Às vezes calmo, quase parado. Às vezes de ressaca zangado".

Conforme fui seguindo, fiquei cada vez mais curiosa em busca de perguntas, queria saber o que significavam as inúmeras ilustrações, as personagens tão incomuns. Princesa, Farofa, Mariana, A guardiã do fogo, O homem da floresta, todos eles levam um sentido consigo, e acho que para descobrir com certeza o significado de cada um na história seria preciso ler o livro outras vezes.
Confesso que não gostei muito do final. Eu esperava algo espetacular, quem sabe uma surpresa, ou que no fim [spoilers] tudo não passasse de um sonho da personagem, mas não foi assim. A escritora tinha um bom tema em mãos e talento de sobra, acredito que se houvesse acrescentado mais informações, cerca de cinquenta páginas a mais, não faria mal.
Indico o livro a todos que já se perguntaram alguma vez na vida: "Pra onde vão os dias que passam?". E se os leitores gostarem do livro talvez eu faça um sorteio!





Este livro é mais uma publicação da editora


3 comentários:

  1. Oiê...eu sei que estou na sua casa e posso falar pessoalmente, mas vou deixar um recadeenho kk'

    gostei do 127 hours...muito loko o roger!!!

    beijoka!

    ResponderExcluir
  2. Gostei do tema do livro, leria com certeza =D

    teh mais

    ResponderExcluir
  3. ana eu amei ler o q estava escrito a cima mais na minha escola eu acho q ainda ñ chego esse livro pra onde vão os dias q passam? eu quero muito ler ele vou procurar em alguma bliblioteca ou a net

    ResponderExcluir

☺ Obrigada por comentar. ☺
Volte sempre ao Hellen's Stuffs!

Beijos♥
H.C.C.Reis

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...