sexta-feira, 25 de março de 2011

Carniça - Moisés Liporage

Um esconderijo ultrasseguro, um jovem paranoico, uma linda grávida e um bando de violentos criminosos à espreita. Quem vai levar a melhor neste thriller pop e soturno?


Vês! Ninguém assistiu ao formidável

Enterro de tua última quimera.

Somente a Ingratidão - esta pantera -
Foi tua companheira inseparável!

Acostuma-te à lama que te espera!

O Homem, que, nesta terra miserável,

Mora, entre feras, sente inevitável
Necessidade de também ser fera.

Toma um fósforo. Acende teu cigarro!

O beijo, amigo, é a véspera do escarro,

A mão que afaga é a mesma que apedreja.

Se a alguém causa inda pena a tua chaga,
Apedreja essa mão vil que te afaga,

Escarra nessa boca que te beija!
Versos Íntimos - Augusto dos Anjos


Qualquer um vive alerta diante dos muitos riscos que o cotidiano oferece. Só que no caso de Gilberto dos Anjos, essa atenção beira a patologia. O problema dele é garantir que a morte demore muito a chegar. Por isso, ele construiu um bunker-sarcófago na região serrana do Rio. Sempre que se vê afligido por alguma suspeita de ameaça fatal, concreta ou abstrata, Dos Anjos sobe até seu retiro e se esconde das mil urucubacas que acredita rondá-lo de tempos em tempos.
A caminho de mais uma dessas temporadas de hibernação, Dos Anjos oferece carona a Estela, uma jovem grávida com um passado misterioso que literalmente, a persegue com sede de vingança. Ao dar uma de bom samaritano, Gil, este sujeito supersticioso, acaba se arriscando de verdade. Sim, talvez ele tenha finalmente descoberto quando e como vai morrer.


Em uma palavra: Mórbido.
Este livro tem como tema principal a morte, mas não da maneira que costumeiramente é abordada, e sim de um modo novo, doentio e assustador.
Gilberto dos Anjos sofre de uma doença sinistra, a tanatofobia, o medo da morte. Ele constantemente sente a Esquelética, como costuma chamar, a rondá-lo. Nessas ocasiões ele foge para seu bunker-sarcófago a fim de tapeá-la.
Em uma dessas fugas ele encontra Estela, uma grávida que lhe pede carona em uma parada de beira de estrada. A partir dai Dos Anjos acaba sendo lançado em uma terrível teia de morte, descobrindo que seu retiro seguro seja talvez mais vulnerável do que ele poderia supor. A morte estaria à espreita para finalmente tragá-lo?
Carniça é um livro diferente, moderno, muito bem escrito. Há muito tempo não me deparava com algo tão aterrador.
O personagem Gilberto dos Anjos me lembrou imediatamente o poeta Augusto dos Anjos, e não por causa do sobrenome, mas por causa do sentimento negativo e soturno de ambos. Não sei se essa foi à intenção do escritor, mas o poema que coloquei acima combina perfeitamente com toda a história. Enquanto lia o livro cenas pareciam fluir diante dos meus olhos, sempre nubladas, acinzentadas, prova da característica marcante e bem definida que o autor conseguiu empregar. 
Algo que também gostei foi a alusão ao cinema que o autor lançou com precisão. São diversos filmes e artistas citados, tais como Hedy Lamarr, a atriz que criou um sistema de comunicação que deu origem ao sistema de telefonia celular.
Eu indico este livro com tranquilidade, e se os leitores do blog se interessarem pela resenha em breve farei um sorteio de um exemplar de Carniça.





Este livro é mais uma publicação da editora



7 comentários:

  1. oi Hellen, não conhecia o livro, parece ser bem legal. ^^

    beijos.

    ResponderExcluir
  2. Gostei.
    Faz tempo que não leio nada nesse estilo.
    Boa dica, ta na lista.
    BjOs

    ResponderExcluir
  3. Olá visitei seu Blog

    me visite quando puder

    http://verdorinvisivel.blogspot.com/

    me encontro aqui também


    http://tinhahquedizer.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Olá Hellen, gostei da dica do livro, acho que vou ler.

    ResponderExcluir
  5. Nossa, sorteia sim! Acho que nunca li nenhum livro parecido com esse o.O

    ótima resenha, me deixou muito interessada no livro =D

    teh mais

    ResponderExcluir
  6. Pois é, Roarke é D+.
    Não sei quem é melhor, Roarke ou os vampiros da Adaga Negra.

    PS: Não atrasa hoje heim.
    Bjos, até + tarde.

    ResponderExcluir
  7. Nossa, nunca li livro deste tipo! Me parece muito bom! Com suspense!

    E medo da morte ao extremo? Isso é bem interessante uma vez que todos nós tememos a morte. A morte não é lá algo que alguem anseie desesperadamente. rs

    Parabéns pela ótima resenha!

    E também adorei o poema!

    www.livroseatitudes.blogspot.com

    ResponderExcluir

☺ Obrigada por comentar. ☺
Volte sempre ao Hellen's Stuffs!

Beijos♥
H.C.C.Reis

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...