quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Cisne Negro

"Eu só quero ser perfeita".

Filme forte e impressionante sobre uma bailarina que buscava a perfeição.

Nina Sayers respirava a dança, e quando Thomas Leroy, diretor da companhia de balé de Nova York decidiu escolher uma nova prima ballerina para o espetáculo O Lago dos Cisnes, o balé de Tchaikovsky, Nina sabia que era a sua grande chance.

Embora fosse a melhor bailarina do grupo, Leroy considerava faltar alma e expressão em Nina para o papel principal de Rainha dos Cisnes. Para Leroy, Nina possuía a inocência e a leveza de Odette, o Cisne Branco, mas lhe faltava à força e a sensualidade de Odile, o Cisne Negro.

A chegada de uma novata espirituosa ao balé apenas reforçou o temor de Nina em perder o papel principal. A partir dai, ela apenas inicia gradualmente sua própria destruição mental, a medida em que buscava com todas as forças a perfeição física.

Cisne Negro é um drama psicológico intenso. É a derrocada da sanidade da personagem Nina, a medida em que se transformava de Cisne Branco para Cisne Negro. Aliás, o final do filme remete definitivamente ao resultado disso (cuidado spoillers para ler clique e arraste o mouse para a direita) a morte do Cisne Branco e a vitória do Cisne Negro como no balé de Tchaikovsky, mas dessa vez transportado para a própria personagem que se mata literalmente.
Apesar de compreender toda a trama e saber o quão aclamado foi, tanto a atuação de Natalie Portman quanto a produção em si, eu não posso deixar de dizer que não gostei do filme. Considero que existiram algumas cenas desnecessárias que somadas a um conjunto não muito promissor trouxeram um clima opressivo ao filme.
Cisne Negro acabou soando como um estranho pesadelo.



Ficha Técnica:
título original:Black Swan
gênero:Suspense
duração:1 hr 43 min
ano de lançamento: 2010
estúdio: Protozoa Pictures / Phoenix Pictures / Cross Creek Pictures / Fox Searchlight Pictures
distribuidora: 20th Century Fox Film Corporation
direção: Darren Aronofsky
roteiro: Andres Heinz e Mark Heyman, baseado em história de Andres Heinz
produção: Scott Franklin, Mike Medavoy, Arnold Messer e Brian Oliver
música: Clint Mansell
fotografia: Matthew Libatique
direção de arte: David Stein
figurino: Amy Westcott
edição: Andrew Weisblum
efeitos especiais:Matt Kushner (coordenador de efeitos visuais)
elenco: Natalie Portman, Mila Kunis, Winona Ryder, Vincent Cassel, Barbara Hershey, Benjamin Millepied.







5 comentários:

  1. Eu estou louca pra ver esse filme! Suspense psicológico é a minha cara xD

    Realmente, tem algumas cenas do trailer que eu achei meio "tensas". Mas acho que vou gostar da história (tomara que goste).

    Quanto ao Oscar, fiquei pasma com a lista. Dos indicados a melhor filme desse ano eu só assisti dois: Toy Story 3 e A Origem. Pretendo resolver isso assim que os outros filmes forem lançados no Brasil. =)

    Teh.

    ResponderExcluir
  2. O problema é esse Hellen... não tenho costume de baixar filmes pela net.
    Mas, como estou afim de ver pelo menos a maioria dos indicados, acho que vou tentar.
    Já assistiu O Discurso do Rei? Parece que é bom também.

    teh

    ResponderExcluir
  3. Toy story é uma graça ^^
    Mas acho q é um daqueles desenhos que os adultos gostam mais do que as crianças hehe

    Provavelmente não vai ganhar o Oscar de melhor filme mas ja é um dos poucos desenhos que concorreram nessa categoria =D

    teh

    ResponderExcluir
  4. olá
    adorei seu blog e estou seguindo
    me segue de volta?
    www.amorimortall.blogspot.com
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Nossa, estou louca pra assistir esse filme!

    ResponderExcluir

☺ Obrigada por comentar. ☺
Volte sempre ao Hellen's Stuffs!

Beijos♥
H.C.C.Reis

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...