segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Conspiração Mortal - Nora Roberts escrevendo como J.D.Robb

"As pessoas acham que todos são mortais, exceto elas mesmas."
 - Edward Young

"Vamos nos enturmar com a morte."
- Tennyson

Numa época em que a natureza humana permanece tão previsível quanto a morte, um assassino brinca de Deus e coloca vidas inocentes na palma da mão...

Com a precisão de um cirurgião, um serial killer ataca as almas mais vulneráveis pelas ruas das grandes cidades do mundo. A primeira vítima é um mendigo, morador de rua, encontrado morto em Nova York. Não há marcas roxas nem sinais de luta. Apenas um buraco feito a laser, com bordas perfeitas e o tamanho de um punho, no lugar onde antes estava seu coração. A detetive Eve Dallas recebe a missão de investigar o caso. Porém, no calor do jogo de gato e rato com o assassino, o trabalho de Dallas subitamente se coloca na linha de tiro. Agora as suas mãos estão atadas entre a briga pela justiça e a luta pela própria carreira...

Em uma palavra: Admirável.
Eis-me aqui escrevendo sobre mais um livro fantástico que compõe a série Mortal.
Já estou muito suspeita para falar a respeito, e mesmo assim me atrevo a dizer que esse oitavo livro é maravilhoso.
Desta vez porém, o melhor não foi o suspense, o mistério, e os assassinatos, mesmo porque desta vez este romance policial foi muito mais "romântico". O foco não foi o suspense e sim a vida da tenente Eve Dallas. E permitam-me adiantar, a história está bem triste!
Não posso falar mais em respeito aqueles que ainda não leram, apenas digo que este livro foi emocionante. Eu chorei, e vibrei no decorrer das páginas. Fui literalmente enredada pela leitura.
Recomendo!

Baixe o livro Conspiração Mortal aqui:

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Dead Man

"Alguns nascem para o doce deleite. Outros nascem para a noite infinita."

Iniciei uma pequena maratona de filmes já a algum tempo. Minha meta é assistir aos filmes do melhor ator da atualidade (opinião minha e de muitos outros fãs), Johnny Depp.
Este filme estava na minha pequena lista (já que agora não me faltam muitos para ver). Dead Man é sem dúvida um filme peculiar. É  uma história de faroeste diferente de todas as outras que existem no cinema. Acredito que a diferença principal esteja no peso psicólógico do enredo. E devido a esse peso é possível que poucas pessoas compreendam a intenção do filme, e por não compreenderem não gostem dele.
Confesso que custei a entender, e que estou ainda em processo de aceitação.  Não posso negar, porém, que o filme tem belo roteiro, fotografia, trilha sonora (tão peculiar quanto ele próprio, é verdade), e que é repleto de belas atuações.
Tentando contar a história do filme de forma sucinta, eu diria que tudo começa na viagem de William Blake, para a cidade de Machine, no oeste americano. Quando chega na cidade em busca de emprego ele se vê perdido e sozinho em um ambiente diferente do qual ele estivera acostumado até então. É nesse ponto que ele conhece uma moça, que não deixou de representar o início de seus maiores problemas. Ela era a noiva do filho de um metalúrgico (homem mais influente da pequena cidade, e que negara emprego a William). Ele acaba por envolver-se com ela e durante uma pequena confusão mata o noivo e é atingido juntamente com a moça, saindo vivo (apesar de ferido) ao contrário dela, que acaba morrendo. William foge, é ajudado por um índio de nome "Ninguém", enquanto é perseguido por três estranhos matadores. Começa então uma jornada psicológica e física através das terras do oeste dos Estados Unidos da América.


Ficha técnica:
Título no Brasil: Dead Man
Título Original: Dead Man
País de Origem: EUA
Gênero: Drama
Tempo de Duração: 121 minutos
Ano de Lançamento: 1995
Estúdio/Distrib.: Continental
Direção: Jim Jarmusch


Elenco
Johnny Depp ... William Blake
Gary Farmer ... Nobody
Crispin Glover ... Train Fireman
Lance Henriksen ... Cole Wilson
Michael Wincott ... Conway Twill
Eugene Byrd ... Johnny 'The Kid' Pickett
John Hurt ... John Scholfield
Robert Mitchum ... John Dickinson
Iggy Pop ... Salvatore 'Sally' Jenko
Gabriel Byrne ... Charlie Dickinson
Jared Harris ... Benmont Tench
Mili Avital ... Thel Russell
Jimmie Ray Weeks ... Marvin, Older Marshal
Mark Bringleson ... Lee, Younger Marshal
John North ... Mr. Olafsen


Faça o download do filme:


Trailer do filme


1º Parte do filme
(As demais partes estão disponíveis no YouTube)















segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Across the universe

"Strawberry Fields Forever..."

Informações Técnicas:

Título Original: Across the Universe
País de Origem: EUA
Gênero: Musical / Romance
Tempo de Duração: 133 minutos

Sinopse:

Uma história de amor num cenário ambientado na década de 60 em meio aos anos turbulentos de protesto contra a guerra, exploração da mente e rock 'n roll, o filme vai das docas de Liverpool ao universo criativo e psicodélico de Greenwich Village, das ruas tomadas pelos protestos em Detroit aos campos de morte do Vietnã. Os artistas namorados Jude (Jim Sturgess) e Lucy (Evan Rachel Wood), na companhia de um pequeno grupo de amigos e músicos, são atraídos pelos movimentos contrários à guerra e da contracultura que surgiam, com o “Dr. Robert” (Bono) e “Mr. Kite” (Eddie Izzard) como seus guias. Forças turbulentas fora do controle deles acabam separando os dois jovens, obrigando Jude e Lucy – contra todas as adversidades – a encontrarem um jeito de voltar um para o outro.


      Esperava com todas as forças que iria gostar desse filme. Não gostei. As músicas são muito boas, os atores trabalharam bem, mas o enredo é cru, e o filme é extremamente cansativo.
      Tentei deixar de lado meus pensamentos românticos para conseguir dar mais crédito ao filme, mas seria impossível faze-lo na totalidade.
      Eu compreendi perfeitamente o filme, e por isso não posso dizer que ele é exatamente confuso, para entende-lo é necessário um pouco de sensibilidade. Mas muitas pessoas que assistiram não conseguiram captar a essência da história, e não as culpo. Posso ter compreendido, mas não aprecio a maneira como o filme foi arquitetado.
     Eu sou romântica, apesar disso, não espero dos filmes o romantismo. Neste caso porém, a frivolidade com que o amor foi tratado me azedou. Antes não falar de amor à trata-lo com tanta falta de tato. Em decorrência desse pequeno detalhe (meramente pessoal), o filme se tornou insosso aos meus olhos.
     É claro que não o desconcidero totalmente, além das músicas, a porção do enredo que trata diretamente dos conflitos da década de 60 merece destaque. Assim como sua fotografia, que tem a capacidade de encher os olhos o tempo todo.
     Mesmo não tendo gostado, indico as pessoas que apreciam um bom musical, que talvez (por que não?) não concordem com minhas singelas opiniões.

Baixe o filme Across the universe:



Trilha sonora:

É composta somente por músicas dos Beatles

ACROSS THE UNIVERSE -Trilha Sonora Oficial.
(Music From The Motion Picture)  

“Girl”
Jim Sturgess.
“Helter Skelter”
Dana Fuchs.
“Hold Me Tight”Jim Sturgess, Evan Rachel Wood, Lisa Hogg.
“All My Loving”
 Jim Sturgess.
“I Want To Hold Your Hand”
 TV Carpio.
“With A Little Help From My Friends”
 Joe Anderson, Jim Sturgess & Dorm Buddies .
“It Won’t Be Long”
Evan Rachel Wood.
“I’ve Just Seen A Face”
Jim Sturgess.
“Let It Be”
Carol Woods, Timothy T. Mitchum.
“Come Together”
 Joe Cocker e Martin Luther.
“Why Don’t We Do It In The Road”
Dana Fuchs.
“If I Fell”
 Evan Rachel Wood.
“I Want You”
Joe Anderson.
“Dear Prudence”
Dana Fuchs, Jim Sturgess, Evan Rachel Wood e TV Carpio.
“Flying”
The Secret Machines.
Produzido Elliot Goldenthal & The Secret Machines
“Blue Jay Way”
The Secret Machines.
Produzido por Elliot Goldenthal & The Secret Machines
“I Am The Walrus”
Bono .
Produzido Elliot Goldenthal & The Secret Machines
“The Benefit Of Mr. Kite”
Eddie Izzard .
“Because”
Evan Rachel Wood, Jim Sturgess, Joe Anderson, Dana Fuchs, TV Carpio e Martin Luther
“Something”
Jim Sturgess.
“Oh Darling”
Dana Fuchs e Martin Luther.
“Strawberry Fields”
Jim Sturgess e Joe Anderson.
“Revolution”
Jim Sturgess.
“While My Guitar Gently Weeps”
Martin Luther.
“Happiness Is A Warm Gun”
 Joe Anderson.
“Blackbird”
 Evan Rachel Wood .
“Hey Jude”
 Joe Anderson .
“Don’t Let Me Down”
 Dana Fuchs .
“All You Need Is Love”
Jim Sturgess e Dana Fuchs .
“Lucy In The Sky With Diamonds”
Bono.


Baixe a trilha sonora do filme aqui:


Fotos:








Vídeos:


Trailer




Across The Universe - Strawberry Fields Forever



LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...